sexta-feira, 9 de julho de 2010

O véu



Parte 1
todo aquele torpor se desfaz...
o véu branco transparente, tão sutil que só...
se desfez feito pó..
deixa marcas... deixa confuso aquele que o usa... aquele que o quer...

ao se desfazer o véu levou consigo a beleza que nele estava contido...
um sorriso de menino do rosto de um homem...
leva o que era ventania feroz àquela estranha calma
antes que o mundo desabe...

os sorrisos e os carinhos se rompem
 como uma imagem no espelho quebrando...
aqueles cacos no chão...
e nos pedaços deformes...
tua imagem e semelhança...

o véu.... branco e sutil...
que agora jaz inerte...
e os cacos agora ali...
e o nada...


tudo se resume em  nada...
ou o nada na vontade de ir...
e não voltar...
como tantas vezes o caminhante fez...


Partes 2

“Quero por que quero aquela que me fez um dia sorrir...
 aquele sorriso que um dia calmo de verão tanta coisa me traz a cabeça...
longe de tudo que um dia imaginei viver...”
ao despertar ele vai... longe caminha...

Nessa melancólica caminhada ele assiste à tudo que passou nos últimos ciclos...
e vê... o véu se formar onde estava o sorriso...
vê o véu projetar aquele sorriso longe...
e vê o véu secando-o 
deixando-o sem entender...

aquele confuso véu... lindo...  se desfez em pó ao vento...
mesmo vento que o caminhante sempre sente sentiu quando era hora de partir...


Parte 3
o véu... suave havia lhe encantado...
o havia feito  abandonar a estrada...
decidir por estar ali... apaixonado...
vivendo a ternura de simplesmente estar...

Aqueles rostos que longe sempre o acompanharam
sempre disseram tudo que por dizer estava...
e o caminhante, tonto, entusiasmado, não o ouviu....

O véu feito navalha
De amor, sutil e afiado
o cobre de vez...
rasga-lhe o peito
corta-lhe a alma.
Suga-lhe o sangue
E no momento final de sua existência...
Diz que lhe ama.


Guara Cabrera

36 comentários:

pedrozafi 9 de julho de 2010 20:10  

gostei muito, mas acho que ficou meio grandinho :x
mesmo com as imagens acompanhando, eu me perdi umas vezes.
ótimo blog. parabéns

Gil 9 de julho de 2010 20:13  

Escreve muito be...
bem bonito msm.

Caio Gomes 9 de julho de 2010 20:16  

Você brinca com as palavras feito poucas pessoas, meus parábens, rimas com palavras ricas! show de bola seu Blog!

Pamela 9 de julho de 2010 20:16  

Nossa, é lindo demais. “Quero por que quero aquela que me fez um dia sorrir...
aquele sorriso que um dia calmo de verão tanta coisa me traz a cabeça...
longe de tudo que um dia imaginei viver...”
Me apaixonei, o que eu poderia dizer, além de lindo, consigo perceber sua alma no poema e sabe fazer tocar o coração de quem lê.

Tito 9 de julho de 2010 20:23  

mtoo lindo, chorei com o final.

kbritovb 9 de julho de 2010 20:47  

=] achei interessante
principalmente por causa das imagens

Juliana Maccari 9 de julho de 2010 20:55  

Nossa, gostei muito.
O final também me emocionou (e de certa forma, também surpreendeu!)

Muito bom o blog, pra quem se identifica com esse tipo de texto.

E eu sou uma dessas pessoas! rs.

Beijos.

Anônimo,  9 de julho de 2010 20:59  

Muito interessante *-*

Marcela 10 de julho de 2010 08:34  

Qual é a origem desta palavra prosopopéia? Desculpe a ignorância, mas realmente não conheço.

Gostei e muito da retórica, um sorriso tão belo como o fremir de ventos e flores, a cada primavera..

Se quiser e puder:

Quem sabe poderíamos trocar algumas figuras.

http://memoriaspsicodelicas.blogspot.com

MB Galvão 10 de julho de 2010 10:14  

Impactante, dramático, passou um filme em minha mente!

Fernanda Maria 10 de julho de 2010 10:19  

Muito bonito, gostei de verdade e o blog é bem legal também, gostei ...

Jeh Pagliai 10 de julho de 2010 15:42  

LINDOOOO...
Adorei a forma como o titulo se encaixou na perfeição, nas 3 partes: Começo, Meio e Fim...

Beijinhos, emocionante...

---
www.jehjeh.com

Fernanda Pacifico 10 de julho de 2010 17:31  

Nossa, que lindo!
Parabéns, lindo mesmo!

Macaco Pipi 10 de julho de 2010 19:38  

o conteúdoaqui tá exelente

Raah 11 de julho de 2010 06:41  

Amei seu blog!


Super criativo!

Adorei a imagem de cabeçalho!

Marcela 11 de julho de 2010 06:44  

Vale a pena ver de novo!

http://memoriaspsicodelicas.blogspot.com

Marcus Abner 11 de julho de 2010 07:01  

Ao que se propõe, seu blog é muito legal, adorei a imagem da parte de cima, foi vc quem fez? Lindo!

lopes 11 de julho de 2010 07:15  

Há muito tempo não lia algo tão romantico, rs, aquele amor que sofre, que pede a pessoa amada.

Muito bonito, e merece reconhecimento.

A proposito,o layout do seu blog está muito bacana.

Sorte!

http://identidade-cultural.blogspot.com/

Pobre esponja 11 de julho de 2010 07:40  

As reticências deixaram o texto bem digressivo. Creio que a intenção foi esta.
Sempre passando por aqui, abç poetada.

abç
Pobre Esponja

NormalBlog 11 de julho de 2010 07:46  

putz...legal...gostei bastante do visual do blog...parabéns.!!

Roberta Prado 11 de julho de 2010 09:49  

Nossa! Incrivelmente lindo. Adorei, amei... Voltarei mais vezes.

Lindo demais! Meus parabéns!!!

Igor Carneiro 12 de julho de 2010 11:11  

Me explica, por favor!

Grande abraço!

Karla Hack 12 de julho de 2010 16:20  

Adoro poesias que passam por fases...
a cada nova parte novas emoções, novo estado pessoal...
Muito bom!

Índiazinha com cachos 12 de julho de 2010 18:32  

NOssa!! PerfeitoOO...
Emocionante... Seu Blog é muito maneiroOO
beijoss

Ítalo Richard 12 de julho de 2010 20:53  

Simplesmente lindo. Parabéns!
Vc tem o dom!

abraço,
www.todososouvidos.blogspot.com

Hannah 14 de julho de 2010 00:02  

Gostei muito, o blog passa, de modo suave, imagens bem fortes.
Talvez não seja muito condizente com o logotipo, a imagem que está lá em cima...? De qualquer forma, nos deixa pensantivos =)
Parabéns!
Você escreve muito bem, parece que as palavras são pedaços de sentimentos que se juntaram, e não de letras =)
Beijos!
passarei por aqui mais vezes.

Aline Rojas 14 de julho de 2010 01:05  

Parabéns pelo seu blog! Super original, visual bacana... e o mais importante: bom conteúdo! Admiro muito quem tem o dom de escrever belas poesias!!!

Te seguindo, se puder, siga o meu tbm ;D

http://realnovirtual.blogspot.com/

Nivaldo Gomes Filho 14 de julho de 2010 08:08  

massa gostei dessa parte “Quero por que quero aquela que me fez um dia sorrir...
aquele sorriso que um dia calmo de verão tanta coisa me traz a cabeça...
longe de tudo que um dia imaginei viver...”


parabens pelo blog

Steffi de Castro 14 de julho de 2010 11:12  

parabéns, sua poesia é realmente linda.

Gui 14 de julho de 2010 15:23  

Você brinca com as palavras feito poucas pessoas, meus parábens ²

Verdelone 16 de julho de 2010 23:38  

Poderia ter mais imagens....
Mas é excelente...
Abçs
CIA DOS BOTECOS - www.ciadosbotecos.blogspot.com

Suzy Carvalho 16 de julho de 2010 23:43  

caraa eu acho mto foda a imagem titulo do seu blog..
vc mesmo fez? ou pegou de algum lugar?

Juliana Valério 17 de julho de 2010 09:27  

quem me fez um dia sorrir, porque a gente sempre quer mesmo é tão bom se sentir bem, estar feliz. adorei o blog e a poesia. parabéns pela forma que você escreve.


----------------

passa lá?

http://juliana-valerio.blogspot.com/
http://juliana-valerio.blogspot.com/
http://juliana-valerio.blogspot.com/

----------------

ariane 17 de julho de 2010 14:27  

adoreiiiiiiiiiiiiiiii *-------------*
seu blog ta 10... post +++

Guara Cabrera

....

Tatá Freitas

...

  © Blogger templates Newspaper III by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP