quinta-feira, 13 de maio de 2010

Retrato da Dúvida e da Certeza

Canto, danço, brinco
Desajeitado
De qualquer jeito

Somo aflito
e multiplico
o pouco que restou do dividendo,
e esqueço.

Paro e encaro
encantado
pela dúvida que se fez
Me perco, me acho.

Pulo depois de outrora cabisbaixo
E percebendo a falta de tato,
Começo Tudo outra vez...


Guará Cabrera

Leia mais textos do Prosopopéia:

Vamos fazer uma revolução - Guará Cabrera
Discussão poética - Tatá Freitas

67 comentários:

Henrique Dias 13 de maio de 2010 07:24  

Gostei desse post e do deu blog..as imagens estão ótimas.

http://henriqdm.blogspot.com/

Vestibulando 13 de maio de 2010 07:55  

Olá. Parabéns pelo blog, pelo verso, por tudo. Está muito bom.
Lindo contexto
Abs
Visite
www.blog.maisestudo.com.br

Francorebel 13 de maio de 2010 07:59  

Achei bem elaborado esse texto... o Blog é interessante, valeu! Vou seguí-lo!

Atch. 13 de maio de 2010 08:08  

Simples e bonito. Parabéns

mayanne 13 de maio de 2010 08:57  

recomeçar é preciso sempre :)

Daniel Silva 13 de maio de 2010 09:04  

e aí, cara. teu blog é bem simples e aí é que tá o charme dele. as imagens dos posts são bem escolhidas também. parabéns

Millena Blogueira 13 de maio de 2010 09:25  

Excelente post e imagens!Coloca seguidores no seu blog...Quero seguí-lo.

Thamyzinha Iwasaki 13 de maio de 2010 09:35  

lindo, é sempre bom ver um poema como esse, facil e gostoso de se ler.
adorei

xau

^-^¨cat 13 de maio de 2010 11:33  

muito dinamico esse blog! e cheio d boas ideias!

Fernanda Elisa 13 de maio de 2010 11:33  

Caraca!
Baita poesia!
Gostei demais daqui.
A criatividade é um normalidade neste blog pelo jeito neh?

Fodástico!

musicpris 13 de maio de 2010 11:54  

Belo layout e vc escreve bem gostei :)

Fernando 13 de maio de 2010 11:59  

O seu blog está muuuuito show de bola!

Está demais da conta!
Amor à primeira vista...

Primeiro porque adoro poemas;
Segundo porque o diferente me atrai. E o seu blog faz a diferença.

Parabéns!

abs,
seuanonimo.blogspot.com

Claudia Halley 13 de maio de 2010 12:41  

gostei muito do seu blog, dos poemas, das imagens e do nome!
bjss

Ariane Yajima 14 de maio de 2010 13:08  

*-*

"Começo Tudo outra vez..."

A arte de viver está em persistir!POdemos errar, cair, mas nunca desistir!

*-*

Adorei!!

Marco Alcantara 14 de maio de 2010 13:13  

Estou com uma coluna de poesia no meu blog.

Vou te seguir e se quiser me seguir para mantermos contato, tudo bem.

Abraço!

B. 14 de maio de 2010 13:33  

começar outra vez é preciso as vezes!

muito bom tudo por aqui.

kbritovb 14 de maio de 2010 14:02  

não sou mto fã desse tipo de texto
mas o dado preto é mto loko =p

Felipe 14 de maio de 2010 14:03  

Realmente o texto está muito bom, n sei como falar sobre isso hm... A foto do blog é linda de mais *---*

Luiz Brisa 16 de maio de 2010 09:16  

muito bem gostei^^
seguindo
xD

http://vagalnerdkawai.blogspot.com/

Intransitado 16 de maio de 2010 09:17  

a foto fez mt sentido com o que tava escrito, gostei, parabéns!!

Kelly Christi 16 de maio de 2010 09:31  

A dúvida é o nosso etgerno queba cabeça, a certeza são os tombos ue se levará nos tais pulos, bem bolado o post, viu?

bjokas

http://www.pequenosdeleites.blogspot.com

L.A 16 de maio de 2010 17:38  

adorei o post, sseu blog é muito bom otimos textos
parabens :)

CM Tricoloko 16 de maio de 2010 17:39  

caraca..isso sim eh poesia..flow pouco mas flow o necessario

Antonoly 16 de maio de 2010 17:45  

Gostei muito da imagem no topo do seu blog, fcou ótima!

Gutt e Ariane 16 de maio de 2010 18:14  

Mais cíclico impossivel! Ainda bem que é assim... : )

Marco Alcantara 16 de maio de 2010 18:35  

Descartes amaria esse poema.

Abraço!

Arash Gitzcam 16 de maio de 2010 18:35  

Começar tudo outra vez, eis uma virtude para poucos...

Julia 16 de maio de 2010 18:38  

Gostei muito do Blog.

http://corujasantenadas.blogspot.com/

seuvicio 16 de maio de 2010 19:27  

Ah, não gosto dessas receitas de bolo em q tem q dividir o amor e somar a fraternidade...

Fica A Dica 16 de maio de 2010 19:31  

gostei daqui!! :D

e bacana, pego bem ler texto curtos assim, acho legal

Jonathan 17 de maio de 2010 07:09  

Blog, Profético ! muito maneiro',
Simples e com Conteúdo !

War Inside My Head 18 de maio de 2010 07:16  

Na verdade o que me chamou a atenção no blog foram as palavras na coluna lateral!
Parabéns pelo blog!
Também escrevo muitas poesias!
Seguindo, segue o meu tb!!
http://yaseryusuf.blogspot.com/

MR 18 de maio de 2010 07:17  

De muita qualidade seu blog... tanto nos textos como nas imagens!

Hemylle 18 de maio de 2010 07:58  

Embora simples, seu blog é legal.^^
=**

Lord Kratos 18 de maio de 2010 09:46  

muitooo fod's .. ai quuer parceriia em divulgação ? tipo banner's ?

abraços

Msn : Jesse_alvespereira@hotmail.com

Érica 18 de maio de 2010 09:46  

Eu consegui visualizar cada verso de seu poema. A forma como você brinca com as palavras para dar musicalidade é maravilhosa.

Parabéns!

http://alma-feminina.blogspot.com/

Lockerz Download 18 de maio de 2010 10:51  

Muito bom..parabéns
Boa sorte com o blog.



http://lockerzdownload.blogspot.com
http://extremetuning2ponto0.blogspot.com

Linha de Consciencia 18 de maio de 2010 10:59  

Hahá! Muito bom!

Me encontrei entre as palavras!

Está adicionado aos meus favoritos!

Grande abraço!

Shalom!

Andreia D. Bilenkij 19 de maio de 2010 10:30  

Simples e direto, sem muito esmeros, mas ainda assim belo. Gostaria de convidá-lo a participar com um poema ou poesia no primeiro volume da revista digital O POETA. Trata-se de uma revista inteiramente GRATUITA, aberta a todos os autores de poemas e poesias ou ilustradores dispostos a divulgarem seu trabalho. Cada edição versará um tema diferente.

Nesta Primeira Edição, os textos versarão sobre o universo dos anjos e demônios. Pode ser anjos leais a Deus, anjos da guarda, anjos caídos, homens e mulheres que são verdadeiros anjos em nossas vidas ou demônios perversos e manipuladores. Enfim, há muitos anjos que nos cercam todos os dias, sobrenatural ou não!

Para mais informações acesse o Blog:
http://revistaopoeta.blogspot.com/

Se puder, indique para seus amigos também. Acho que ainda faltam revistas que versem sobre Poema aqui no Brasil.

Até mais!

Strike 19 de maio de 2010 14:57  

Lindo texto!

Parabéns pelo blog!

Leonardo Dognani 19 de maio de 2010 15:02  

achei bom!
mesmo não sendo a minha escola favorita e nem tampouco o tipo preferido, acho-o bom da mesma forma ;)
.
abraços^^

Shirley Arch 31 de maio de 2010 07:33  

muto bom seu texto e imagem, gostei demais do seu blog.

luiz scalercio 31 de maio de 2010 07:37  

bellissimo tabalho no seu blog
gostei muito dos texto .

Inez 31 de maio de 2010 07:43  

Seu texto é muito bom, coloca de forma simples o constante recomeço da vida.

Fabricio bezerra da guia 31 de maio de 2010 08:21  

que texto bom.eu já ia te dizer que tinha alguns erros de português,mas eu reli e achei bom.Parabens

Vicky! 31 de maio de 2010 08:31  

Acho que a única certeza é a dúvida Oo

mayanne 31 de maio de 2010 10:05  

'pela dúvida que se fez
Me perco, me acho.'


a gnt vive entre as duvidas..sorte dos q conseguem se achar depois...

;)

Robson Valente 31 de maio de 2010 15:22  

bom muito bom gosto muito de textos assim, e de autores que abrem o peito . se sentir vontade entre em meus blogs, não prometo muita coisa, alias que coisas prometer ?

abraço

http://transpondomuralhas.blogspot.com/

http://robsonvalente.blogspot.com/

Pobre esponja 7 de junho de 2010 10:46  

Recomeçar sempre, ante os altos e baixos da vida.

abç
Pobre Esponja

Junim 7 de junho de 2010 12:02  

Belo blog, a começar pelo cabeçalho que achei show de bola!!!
Parabéns pelo blog e pelos poemas!!!

Visite também o meu blog
www.meucaonaochupamanga.blogspot.com

Sucesso no blog!!!

Indy 9 de junho de 2010 08:32  

Parabéns pelo blog... Adorei! Achei esse texto fantástico!!!
Abraços ^^

Michelle 9 de junho de 2010 11:09  

Gostei de como o poema mostra a vida em ciclos. Já não consigo mais contar quantas vezes me perdi e depois me achei.

Sandro Batista 26 de junho de 2010 20:28  

Olha, espetacular, tanto os textos, quanto o blog. Visual, arte, enfim, muito bom mesmo!

http://estacaoprimeiradosamba.blogspot.com/

Guilherme Bayara 27 de junho de 2010 06:50  

Seus textos são maravilhosos!
Simplesmente adorei!

Fabíola,  29 de junho de 2010 09:09  

Gostei desse texto. Muito bacana mesmo. Eles são bem smples. Não tem se utiliza de muitos recusos literário, nem de palavras rebuscadas. Ao contrário: procura passar de maneira rápida empregando palavras e formas simples, o entimento do autor. São versos d pouca forma e de muito conteúdo. Eu gostei!

Neuro-Musical 30 de junho de 2010 05:49  

Assim como o "Foda-se", esse texto é muito legal e interessante. Gostei, você faz poesias muito boas e atuais.

http://cerebro-musical.blogspot.com

Esther cyrraia 30 de junho de 2010 11:26  

ótimo texto, de imagens e sonoridades harmônicos...
parabéns mesmo!

30 e poucos anos. 30 de junho de 2010 11:41  

Belo poema...criativo e sentimental

Wallace Santos 30 de junho de 2010 11:46  

muito bom o jogo de palavras me fez lembrar de Teatro Mágico por um instante

Eliseu Antonio Gomes 1 de julho de 2010 04:40  

Gostei dos versos.

Mostra a alegria de um poeta, quando, ao contrario disso, a maioria deles costumam expressar mais os momentos tristes.

Abraço.

http://belverede.blogspot.com/

Ligia 6 de julho de 2010 13:58  

Simplesmente ameei :]

Raah 11 de julho de 2010 06:46  

Adorei o blog.

To te seguindo.

Visita aí:


http://sonhoparecedeverdade.blogspot.com/

Gil 12 de julho de 2010 16:21  

De muito bom gosto,gostei do blog!

Guara Cabrera

....

Tatá Freitas

...

  © Blogger templates Newspaper III by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP