segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Fome



Fome daquilo,
que nos faz,
que nos fez
Fome daquilo...

Fome louca e vorás que me devora
Que me emagrece, enlouquece.
Fome audaz que distorce meu caminho...

Fome de mim, fome de ti
Apetite vorás da carne
Do sabor, do calor, da textura.

Daquela sensação proporcionada.
Desta fome que devora,
Um certo pedaço da minha sanidade
Sanidade que me transforma...
Naquela fome que me vicia,
E viciada aquela fome me alimenta.
Me devora...

Guara Cabrera


Leia mais textos do Prosopopéia:

Vamos fazer uma revolução - Guará Cabrera 
Discussão poética  - Tatá Freitas

46 comentários:

Pobre esponja 3 de novembro de 2009 15:02  

Há certas fomes, as mais tristes, em que o estômago come o próprio estômago por falta de alimentos. Sinto essa, mas metafóricamente, na barriga d'alma!

abç
Pobre Esponja

João 3 de novembro de 2009 15:41  

Carambaaa... bom d+...

Parabéns aee ^^

Lily Ribeiro 3 de novembro de 2009 16:17  

muito bom o texto!!! é a primeira vez que visito esse cantinho, voltarei mais vezes!!!

http://lilyribeiro.blogspot.com/

Limagroup Arte e Comunicação 4 de novembro de 2009 10:25  

Quem sabe vc não se encoraja e passa a postar os teus próprios textos?
Manda bala, amigão.

grande abraço
Marcelo

jehziiinha_ 5 de novembro de 2009 14:51  

Eu tenho fome de vencer na vida,fome de querer viver tudo com muita intensidade,gostei de verdade do texto. :)

LK Chaves 5 de novembro de 2009 14:53  

Essa é uma fome insaciável!
Que mata a gente de fome mesmo!

abs

L. Cavalcante 5 de novembro de 2009 18:51  

Fome que sacia a fome,
que alimenta a lembrança de ti,
que me faz ser eu o teu alimento,
que espera ansioso. Devora-me;

Até empolguei com o poeema !
kkkk ' /nem liga.

Bia Ferreira 6 de novembro de 2009 12:46  

Muito-muito bom!!! achei teu blog lá no orkut...

------------------- 6 de novembro de 2009 13:14  

parabéns.. mt mt legal os poemas ^^

Mirella Santos 6 de novembro de 2009 13:32  

Tenho fome d tudo que me faz bem e de tudo que faça bem aos que me cercam
Gostei do post

priscila 8 de novembro de 2009 18:01  

adorei esse poema! parabéns guara :)

Amnesiac. 17 de novembro de 2009 11:52  

Só eu ouví música, lendo?

e lindissima foto!

Lucas Dinizz 24 de novembro de 2009 14:48  

nunca sinto fome, simplesmente como. rs. adorei

Caio N M 24 de novembro de 2009 15:29  

Muito bom cara, você escreve muito bem!
Parabéns e sucesso com o blog.

Gabriel T. 8 de janeiro de 2010 07:06  

Realmente muito bom! E como na música Senhas de Adriana Calcanhoto: " Eu gosto dos que têm fome, dos que morrem de vontade, dos que cercam de desejo, dos que ardem"

Tb escrevo poesias, se quizer dar uma olhada:
wwww.buracosebecos.blogspot.com

Os Confundidos 8 de janeiro de 2010 07:10  

Seu poema segue uma perfeita ordem psicológica. Parabéns!
São poucas as pessoas que escrevem tão bem assim!
.
Prentendemos nos achar e nos perder
em meio aos confundidos e, confundir aqueles
a quem nos interessa confundir."
.
http://osconfundidos.blogspot.com/

Pobre esponja 8 de janeiro de 2010 08:04  

Fome que me alimenta parece contraditório mas é fato. Você tem fome de quê? Voc~e tem sede de quê?
Gosto de seus poemas: são à flor da pele.

abç
Pobre Esponja

Cangaceiro Surfista 8 de janeiro de 2010 08:30  

Quem sabe vc não se encoraja e passa a postar os teus próprios textos?
Manda bala, amigão.

grande abraço[2]

avoooohaaaaai!!!

THALES 9 de janeiro de 2010 13:41  

muito bom seu poema!
parabens

Esther Saldanha 9 de janeiro de 2010 13:44  

as pessoas daqui não costumam saber o que é fome

Jéssica Nunes 10 de janeiro de 2010 10:07  

Muito interessante!!!
Parabéns pelo blog!!!

Estou te seguindo...

siga o meu lá tbm..

Ha!!Sempre te farei uma visitinha aqui!!!

http://expressodasgurias.blogspot.com/

BjOos do EXPRESSO DAS GURIAS!!!

bianca 10 de janeiro de 2010 10:09  

Sei bem como é isso. Muito bom, parabéns! Por um momento, senti a fome de novo.

Cayo Nauan Siqueira 10 de janeiro de 2010 10:09  

Muito bom seu texto!!
Não só o txt mais o blog em si esta massaaa

Thaty 10 de janeiro de 2010 10:37  

Fome da vida... perfeito a forma como descreveu nossa fome, sede e vontade de vida...

Renan Leal 10 de janeiro de 2010 10:42  

SEXO! ME DÁ SEXO! - Lembra dessa música?
enfim, blog muito bom, poema sensual e discreto. parabéns!

Renan Leal 10 de janeiro de 2010 10:47  

sexo com sensibilidade e discrição. muito bom, parabéns!

Abigail 11 de janeiro de 2010 08:47  

O eufemismo de suas palavras são PERFEITAS.

Lah 11 de janeiro de 2010 08:47  

Muito bom mesmo

gostei d+ daqui, não só deste post

voltarei sempre.....

beijo

http://meuadmiravelmundoestranho.blogspot.com/

Admin 11 de janeiro de 2010 08:53  

Temos que nos preocupar mas senão o mundo nao vai pra frente

Daniel 11 de janeiro de 2010 09:00  

A pior fome é com certeza aquela que não se pode saciar, devido ao rumo que nossas vidas nos leva!
Belo poema e adorei a foto do template. Parabéns!!!

Igor Feijão 11 de janeiro de 2010 09:05  

Cara mto bacana! tb gosto d escrever, nao poema e poesia, mas historias!

____

Entra la no meu blog tb. Siga e comente!

http://seriadobretania.wordpress.com/

Rodolfo Soares 11 de janeiro de 2010 09:26  

Que fome doida! kkkkkkkkkkk
Tem certas fomes que só determinados frutos servem :p

Abraços!

Arathane 31 de maio de 2010 15:16  

belo post, ótimo blog !!1 parabéns


http://arathane.blogspot.com/

blogattao 16 de junho de 2010 10:59  

noosa, muito bom, hein?

t de parabéns

Caetano Lorenzetti 16 de junho de 2010 11:01  

ótimo texto, muito bem escrito e curti o assunto..
http://analisefc.blogspot.com/

Italo Gomes 16 de junho de 2010 11:05  

Belo texto!

Me deu ate fome.. deixa eu ir ali comer algo..rsrs

http://italoopensador.blogspot.com/

xD

Medeiros Alencar 16 de junho de 2010 11:33  

Texto ótimo.
Tu tem uma poética incrível.
Talvez o que nos falte é fome de insanidade.
Abraços

Bob rootS (Os Botequeiros) 16 de junho de 2010 11:37  

tenho fome de verdades ditas de mentiras em silencio, sinto fome do mundo que nunca teremos.

Rafael Galo 16 de junho de 2010 12:13  

Wow!
Mobilização e enfrentamento para uma comunicação democrática e participativa.

http://agenciamidialivre.blogspot.com

luiz scalercio 16 de junho de 2010 12:36  

bellissimo texto
gostei muito do blog
voltarei vara vezes.

Arathane 16 de junho de 2010 12:36  

vixi o próprio hannibal ... já passei por aqui, estou de volta :D excelente

Guara Cabrera

....

Tatá Freitas

...

  © Blogger templates Newspaper III by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP